A Internet é a ferramenta mais explosiva dos últimos tempos. Através dela podemos nos ligar a informações, pessoas, compras, diversão, cultura e tudo mais que se puder imaginar de um meio de comunicação.

Mas, como tudo em nossas vidas, pode se tornar um péssimo hábito, ou ainda na ferramenta de destruição de comunhão com Deus ou com o próximo. Digo isso baseado simplesmente em algo que todos nós conhecemos e experimentamos todas as vezes que abrimos nossa caixa de e-mails: uma chuva de piadas ridículas, propagandas de produtos que você nunca precisou (e provavelmente nunca irá precisar), spams (a ‘praga’ da rede), correntes e coisas do tipo.

Se você não convive com isso, me diga em qual planeta você vive, pois realmente nunca conheci alguém que utilize a web e não tenha estes “indesejáveis companheiros” em suas “navegadas”.

Mas, pense bem… tempo é algo raro hoje em dia. E quem sabe otimizar o tempo realmente tem grandes oportunidades de crescer em muitas áreas da vida, principalmente numa em que nossa grande desculpa é o tempo: o evangelismo.

Quantas vezes por dia você se depara com notícias de pessoas que precisam de uma palavra de apoio, de desafio, de crescimento, de discipulado e você nunca pode oferecer, pois não tem tempo? Quantas vezes você não pode falar de Jesus para um amigo, pois não se prepara para isso, e ainda tem a desculpa na ponta da língua (ou dos dedos, em se tratando de teclados e web): isto é para o pastor, para o diácono, para qualquer um, mas para mim, não… “estou sem tempo”.

Mas vamos ser bem sinceros e honestos: temos tempo de sobra para encaminhar e-mails engraçadinhos, ainda mais quando estamos no serviço. Temos tempo para pesquisar sobre assuntos bem pouco edificantes, mas que vão render um pouco de popularidade ou umas risadinhas, não é mesmo? Temos tempo para falar sobre futebol, moda, música, novos programas para computador, viagens, mas sempre falta tempo para compartilhar a Palavra, de maneira pessoal, para se esmerar no crescimento com o Senhor e para servi-lo.

Não sou daqueles radicais que se fecham para tudo e acabam sendo vistos como pessoas mal humoradas, santarrões ou coisa assim. Pela misericórdia de Deus tenho aprendido com Salomão que “há tempo para tudo”. E que há prioridades em tudo. A minha é o Reino de Deus.

O que tenho observado é que nós caímos muito facilmente nas sutilezas do sistema, vulgo “mundão”, e sempre cometemos pecados que poderíamos evitar se fôssemos mais ligados com Deus. Irmão, pense bem: se você puder dedicar alguns minutos por dia, digamos dez minutos, a cada semana você terá pelo menos 1 (uma) hora para desenvolver um relacionamento saudável pela web e ainda sobra tempo para os procedimentos normais como conectar, enviar, receber a resposta etc. Isso com dez minutos. Você gasta mais do que isso com coisas menos importantes.

Nós, cristãos lavados no sangue de Jesus Cristo, somos mordomos do Senhor. Deus nos dá capacidade e instrumentos para manifestarmos sua glória neste mundo. Será que Jesus se agrada do uso que fazemos da web e do nosso tempo nela? Pior: será que Jesus se agrada do conteúdo dos nossos e-mails, por mais animados, “flasheados” ou coloridos que sejam?

Lembre-se, amado. Se seu tempo não serve a Deus, é pecado. Se seu computador não serve a Deus, é pecado. Se Jesus não pode estar a seu lado quando você digita, pois certamente haverá constrangimento… é pecado!

Leia isto: “Portanto, quer comais ou bebais, ou façais qualquer outra coisa, fazei tudo para a glória de Deus.” (1Co. 10.31.) Se nosso tempo ou nossas atitudes não estão sendo para glorificar ao Senhor do tempo, é bom revermos nossas idéias e colocá-las à luz da Palavra de Deus.

É bom remir o tempo, meu irmão. Pois nessa era de banda larga, as vidas estão indo a altíssima velocidade para o inferno. Você pode fazer algo para interferir nesta conexão infeliz.

“Delete” os vírus dos maus hábitos, através do arrependimento. Passe um “scandisk” em suas condutas, proteja sua mente com o “anti-vírus” da Palavra, conecte-se com o “provedor” Celestial através do “link” da oração e receba o “firewall” do Espírito Santo.

Seja sábio, internauta. Afinal, vulgaridade e perda de tempo são coisas de quem não tem o que dizer. E se Jesus não tem lhe dado assunto para compartilhar, talvez você esteja desconectado dele e, pior, o seu “sistema operacional” (coração) não lhe avisou…

Conecte-se com a Verdade. Deus lhe abençoe.

Jefferson M. Reinh